Plano de saúde: saiba como utilizá-lo da melhor maneira

Possuir um plano de saúde é como um sinal de qualidade de vida, já que é garantida maior tranquilidade com o acesso facilitado à consultas e tratamentos médicos especializados.

Contudo, nem todas as pessoas sabem utilizá-lo com consciência e acabam enfrentando certos problemas no futuro como a exclusão do plano, não autorização de exames e procedimentos, entre outros.

Por isso, manter-se sempre informado é o melhor jeito de evitar situações indesejadas e usufruir dos benefícios oferecidos da melhor forma possível. Leia o post a seguir e conheça algumas dicas que podem ajudar nesse processo.

Doenças crônicas requerem consultas periódicas

Doenças de longa duração, como as cardiovasculares ou o diabetes, exigem uma maior cautela, com determinada frequência de consultas para avaliar e controlar a progressão do quadro. Se esse for o caso, é uma grande vantagem poder contar com um plano de saúde.

Pode ser que a operadora do plano peça um exame médico admissional para que não haja problemas de cobertura à doenças crônicas preexistentes, como o câncer, que requer tratamentos de custo mais elevado. Logo, nunca se deve mentir ou omitir qualquer informação no momento da contratação.

Nunca repasse o cartão do plano de saúde para terceiros

Mesmo que haja uma boa intenção, essa atitude é considerada fraude e falta grave, ocasionando inclusive problemas judiciais. O cartão é de uso pessoal e intransferível, ainda que o empréstimo seja para uma pessoa próxima ou um dependente.

As consequências podem ser sérias e, além da exclusão do plano, pode haver multa e pena de até cinco anos de reclusão por estelionato e falsidade ideológica.

Pronto atendimento: apenas para situações graves

É comum que algumas pessoas procurem o pronto-socorro para serem atendidas, mesmo que o quadro não seja emergencial. Porém, essa não é uma boa opção, já que os médicos disponíveis provavelmente vão acabar recomendando uma consulta com um especialista.

Portanto, apenas em casos graves e de urgência deve-se dirigir ao pronto atendimento credenciado mais próximo. Caso contrário, procure os especialistas do seu plano de saúde e marque uma consulta. Fique atento aos prazos de atendimento para não ser prejudicado pela demora!

Prevenção também faz parte do tratamento

A falta de exames periódicos e acompanhamento médico pode ser extremamente prejudicial para a sua saúde. Sobretudo em casos de maior risco, os exames preventivos devem ser uma prioridade. É importante saber quais são os principais exames laboratoriais e fazer, ao menos uma vez por ano, um check-up!

Mesmo que seu plano requeira o pagamento de uma coparticipação nas consultas, tenha a certeza de que a prevenção e o cuidado com a sua saúde são alternativas muito melhores (e mais baratas!) do que tratar uma doença.

Esclareça sempre as suas dúvidas

Não é bom correr o risco de enfrentar situações indesejadas por uma simples falta de informação. O plano de saúde deve contar com uma equipe de atendimento pronta para ajudar, esclarecendo todas as questões necessárias. Então, não deixe de entrar em contato sempre que precisar.

Gostou das dicas sobre como utilizar melhor o seu plano de saúde? Que tal entender agora as diferenças entre o seguro saúde X plano de saúde? Informe-se sempre antes de tomar alguma decisão!

Voltar